O que são

As unhas, principalmente as dos pés, são suscetíveis a alguns problemas de saúde em razão do nosso estilo de vida. Várias causas podem originar unhas infecionadas, sendo que as principais podem ser fungos ou bactérias. Calçados apertados e que causem desconforto ao pé também podem provocar infecções nas unhas ou outro tipo de lesões. Geralmente, uma unha infeccionada é de fácil identificação pois a área afectada começa a ficar avermelhada.

Sintomas

Os primeiros sinais correspondem à modificação da cor da unha, do seu formato ou pela dor que esta pode estar a provocar. Vermelhão, inchaço e dor são geralmente os principais sintomas, causados recorrentemente, tal como já referimos, por unhas encravadas, fungos, calçado desconfortável ou por pequenas mazelas, tais como quedas de objectos ou choques derivados de embates com objectos.

Diagnóstico

O diagnóstico das unhas infectadas não é por norma difícil, é no entanto fundamental para definir qual o tratamento mais correcto tendo em conta o estado da unha.

Tratamento

Após realizado a diagnóstico e identificado o tipo de unha infeccionada, o podologista irá recomendar o melhor tratamento. O tratamento, como é óbvio, varia de acordo com a gravidade de cada situação. Contudo, é preciso ter atenção à área que está em redor da unha, pois se esta estiver inchada, vermelha, a provocar dor e a iniciar a formação de bolhas – com ou sem pus – o problema exige cuidados maiores e especiais, e aí o mais indicado será consultar imediatamente o seu podologista.

Em alguns casos, quando a infecção está em estado avançado, é indicado uma intervenção cirúrgica simples em que a parte da unha que está infecionada é cortada e removida, fazendo-se também a drenagem e secreção se assim for necessário.

O tratamento pode passar também pelo uso de tópicos, como esmalte, pomada ou colírio bacteriano. Existem também casos em que é preciso administrar medicamentos para complementar o tratamento.

Dicas

Para evitar unhas infecionadas:

  • Cuide bem das suas unhas.
  • Evite usar sapatos apertados.
  • Evite andar descalço em locais públicos.
  • Seque bem os dedos dos pés.

 

O tratamento, como é óbvio, varia de acordo com a gravidade do pé de cada pessoa. As unhas infecionadas são, geralmente, de fácil tratamento e sem grande risco, no entanto um diagnóstico precoce pode evitar muito problemas de saúde.

 

A informação contida neste artigo não dispensa a consulta de um especialista.

Marque a sua consulta na ‘Clínica de Podologia – Braga‘ e cuide já da sua saúde.

MARCAR CONSULTA