O que são?

Os calos e calosidades são caracterizados por um aumento da camada mais externa na pele, nas regiões susceptíveis a atritos e pressões. A pele, sob fricção constante, produz uma hiperqueratinização, que é a responsável pelo engrossamento da camada mais externa – a epiderme. Os calos, tanto podem ocorrer, nas mãos bem como nos pés.

Sintomas

Os sintomas dos calos são visíveis e fáceis de serem detectados. Geralmente, aparecerem como protuberâncias de cor amarelada. Por vezes, podem surgir entre os dedos, chamados de olho de perdiz.

O calo é geralmente encontrado na parte de trás das articulações, especialmente o dedo mindinho e na borda externa do pé. Dor no pé é muitas vezes frequente.

Diagnóstico

Os calos são facilmente reconhecidos. No entanto, estes requerem um diagnóstico cuidado de forma a diferenciar os calos de outras patologias similares, tais como verrugas. O diagnóstico deve ser realizado por um especialista na área, nomeadamente um podologista.

Tratamento

Os calos são, por norma, uma resposta do organismo como forma de proteção da pele contra os excessos de pressão e fricção. Eles devem ser tratados o mais breve possível de forma a evitar futuras complicações à sua saúde. Os calos, tais como qualquer patologia, devem ser tratados por um especialista dos pés, o podologista.

Um alerta especial é para os diabéticos e pessoas com problemas circulatórios. Neles, os calos costumam ser mais graves.

Dicas

Para evitar os calos e calosidades:

  1.  Use sapatos de boa qualidade, flexíveis, grandes e adaptados para os seus pés.
  2.  Evite também sapatos pontiagudos ou saltos altos.
  3. Use palmilhas específicas para os seus pés, feitas pelo seu Podologista.
  4. Se é diabético, tenha muito cuidado e consulte um podólogo regularmente para evitar futuros problemas.
  5. Tome precauções extras se for idoso.
  6. Aplique hidratantes sobre a pele de seus pés.

 

Nunca tente remover um calo com um objecto cortante! Use calçado confortável e caso sofra de diabetes ou distúrbios circulatórios consulte já o seu podólogo.

 

A informação contida neste artigo não dispensa a consulta de um especialista.

Marque a sua consulta na ‘Clínica de Podologia – Braga‘ e cuide já da sua saúde.

MARCAR CONSULTA