Diagnóstico precoce evita lesões irreparáveis nos pés

diagnóstico evita lesões nos pés - podologia braga

Em Portugal, a patologia do pé atinge 85 por cento de pessoas com mais de 35 anos. Contudo, apenas 12 por cento da população já recorreu a um podologista. O desconhecimento sobre a podologia é superior a 30 por cento, de acordo com a APP.

Com a chegada do Verão, os pés, que antes se escondiam em sapatos fechados, ganham maior exposição e a preocupação com a estética, naturalmente, aumenta. A solução mais procurada, sobretudo pelas mulheres, ainda é uma ida ao calista ou pedicure. “Há que esclarecer que não há nenhuma semelhança entre calistas ou pedicures e podologistas. A profissão decalista é artesanal, da área da estética e sem formação científica, causando por vezes lesões graves nos pés. Os calistas devem apenas versar sobre situações estéticas do pé como cuidados de embelezamento do mesmo”, explica Manuel Portela, presidente da APP.

O pé de atleta afecta mais de dois milhões de portugueses, mas é apenas uma das doenças dos pés mais frequente. É um processo inflamatório, que pode ocorrer nos dedos, espaços interdigitais ou na planta do pé. A doença é contagiosa, por contacto directo entre dois indivíduos ou através de objectos e superfícies que foram contaminados.

As calosidades, as unhas encravadas e as verrugas são outras das doenças que mais incomodam os pés dos portugueses, reconhece Manuel Portela. No caso das unhas encravadas, a onicomicose na unha do pé pode provocar dificuldades na utilização de sapatos e na prática de actividade física.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *